quarta-feira, fevereiro 16, 2005

CDU

Na praça da cidade. Comício. Vento. Muitos jovens. Palco. Música dos "Humanos" tocado por um pianista. Jerónimo de Sousa consegue apelar às pessoas. Muito melhor no discurso improvisado do que no lido. Cabeça de lista por Braga pede que todos se juntem numa caravana até uma freguesia próxima. Não fui. Alguns (poucos) jornalistas questionam Jerónimo à saida do palco. Gostei da primeira fila da assistência que tentava adivinhar quando deviam entrar os aplausos. Pareceu-me que as pessoas mais velhas gostaram do que ouviram.